Porto ÁguasML

🔒
❌ Sobre o FreshRSS
Há novos artigos disponíveis, clique para atualizar a página.
Antes de ontemSeus RSS feeds

ONU lança plataforma com 102 mapas para estudos da Biodiversidade

Águas Mídia Livre - Brasil - Bem comum em mídia livre

O Laboratório de Biodiversidade da ONU (UNBL) fez o lançamento de ferramentas que permitem gerar ideias territoriais sobre as ocupações humanas, de forma trazer de volta a Natureza ao centro de uma vivência cada vez mais profunda em um planeta cheio de transformações.

O lançamento que aconteceu durante a Quinta Sessão da Assembleia das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEA-5) ↗ é uma oportunidade para Estados membros e partes interessadas compartilharem melhores práticas de sustentabilidade e planos de recuperação ecológicos e sustentáveis. 

A expectativa do evento é que a abertura dos dados permita que sejam usados por grupos nacionais, regionais ou localizados, apoiando a implementação de soluções baseadas na Natureza em várias esferas de planejamento e atuação. 

Com mais de 400 dos melhores conjuntos de dados do mundo sobre natureza, alterações climáticas e desenvolvimento sustentável, o UNBL permite aos decisores políticos e outros interessados a utilização de dados espaciais para tomar medidas em prol das pessoas e Natureza do planeta. 

Caso queira se divertir também, acesse a plataforma usando o link abaixo, selecione seu idioma preferido e clique em Lançamento.

https://map.unbiodiversitylab.org ↗

O post ONU lança plataforma com 102 mapas para estudos da Biodiversidade apareceu primeiro em Águas Mídia Livre - Brasil.

Primata ameaçado de extinção nasce no Zoológico de Brasília

Por: Site

É o segundo caso de reprodução em cativeiro da espécie na instituição

Foto: Toninho Tavares/ Agência Brasília

Um primata nativo do Amazonas, cuja espécie está em perigo crítico de extinção, nasceu no início deste mês, no Jardim Zoológico de Brasília. O filhote de sauim-de-coleira (Saguinus bicolor) foi o segundo caso de reprodução em cativeiro da espécie assistida pela instituição.

Para dar nome ao filhote, a Fundação Jardim Zoológico de Brasília (FJZB) fez uma campanha em seu Instagram. As opções serão Tucumã e Jambu, uma fruta e uma planta típicas da Região Norte, conterrâneas do sauim-de-coleira – o primata é uma espécie originária do Amazonas e vive em uma região metropolitana de Manaus. O resultado da votação sai nos próximos dias.

De acordo com o diretor de Mamíferos do Zoológico de Brasília, Felipe Reis, o sexo do filhote ainda é desconhecido, já que, em função da fragilidade do recém-nascido e pensando na preservação da espécie, os técnicos da instituição ainda não manejaram o pequeno animal. Quando completar 3 meses e tiver independência dos pais, os biólogos vão examiná-lo para identificar o sexo do filhote.

“Nesse momento, a gente não interfere na criação. São os pais que criam, e eles estão tendo um cuidado muito bom. Eu vejo o filhote tanto no pai quanto na mãe, que é o esperado para a espécie. Essa espécie ocorre na região metropolitana de Manaus e está criticamente ameaçada de extinção, última categoria antes de extinto. É uma espécie que está com risco altíssimo de desaparecer”, explicou Reis.

Sauim-de-coleira

O sauim-de-coleira tem este nome por sua característica marcante de pelagem, com pêlos claros no tronco e o restante do corpo de cor escura. Quando adultos, podem pesar entre 450 e 600 gramas. São animais que vivem em grupos, que podem ter de 7 a 15 membros. Na natureza, a expectativa de vida do sauim-de-coleira varia entre 10 e 12 anos de idade, e em cativeiro pode chegar a até 20 anos.

De acordo com o Zoológico de Brasília, estima-se que existam cerca de 46 mil animais da espécie vivendo na natureza atualmente.

A classificação da espécie como criticamente em perigo de extinção veio por meio de uma estatística do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), segundo o qual, pelo menos 80% da população de sauins-de-coleira poderia ser reduzida ao longo de três gerações.

Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Nádia Franco

❌