Porto ÁguasML

🔒
❌ Sobre o FreshRSS
Há novos artigos disponíveis, clique para atualizar a página.
Antes de ontemONU Brasil

Guerra na Ucrânia fez 350 mil moradores de Mariupol saírem da cidade

Nesta quinta-feira (16), a alta comissária de Direitos Humanos da ONU, Michelle Bachelet, falou sobre a situação humanitária em Mariupol, na Ucrânia, durante a 50ª sessão do Conselho de Direitos Humanos. Até o momento, foram confirmadas 1.348 mortes de civis na cidade, sendo que 70 vítimas eram crianças. Bachelet também fez um balanço da destruição na cidade tomada pelas forças russas desde o dia 30 de abril. A estimativa é que 90% dos edifícios residenciais tenham sido danificados ou destruídos, assim como até 60% das casas particulares.  No dia anterior, a alta comissária também relatou ter recebido denúncias de que crianças ucranianas foram “deportadas à força” das regiões do leste do país e levadas para a Rússia para adoção.

Novo relatório analisa salários regionais durante a pandemia

Foi publicada nesta sexta-feira (17) a edição número 26 do relatório “Conjuntura Laboral na América Latina e no Caribe”, cujo tema é salários reais durante a pandemia, suas evoluções e desafios.  O relatório é feito em conjunto pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT). Entre os principais destaques do documento está o dado de que os salários reais médios na região em 2021 ficaram 6,8% abaixo dos níveis anteriores à pandemia.   

Banco Mundial aprova empréstimo para reforma fiscal no Rio de Janeiro

Na quinta-feira (16), o Conselho Diretor do Banco Mundial aprovou um Empréstimo de Política de Desenvolvimento para o Ajuste Sustentável para o município do Rio de Janeiro.  O montante de 135,2 milhões de dólares deverá ser aplicado em ações que promovam a sustentabilidade fiscal no médio prazo e que acelerem a transição rumo ao desenvolvimento urbano resiliente, inclusivo e de baixo carbono. Entre as medidas de ajuste fiscal apoiadas pelo empréstimo estão a simplificação do Imposto Sobre Serviços e reforma legislativa para aumentar a parcela de contribuição dos servidores públicos para a previdência. Outras ações incluem a melhoria do sistema do sistema de transporte público BRT e ampliação da malha de ciclovias.  

WFP, Google e Ação da Cidadania lançam mapa de cozinhas solidárias

Brasileiros agora podem pesquisar por cozinhas solidárias no Google Maps e encontrar os bancos de alimentos, as dispensas e as cozinhas solidárias mais próximas. A nova ferramenta, lançada na terça-feira (14), em São Paulo, busca criar uma rede para ajudar instituições que apoiam pessoas em situação de vulnerabilidade social a encontrar pontos de distribuição de alimentos e refeições gratuitas.  A iniciativa é resultado de uma parceria entre o Google Brasil e a ONG Ação da Cidadania, que recebeu apoio técnico do Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (WFP) no Brasil.  

Agências da ONU apoiam campanha de combate ao trabalho escravo doméstico

Lançada nesta quinta-feira (16), a campanha “Trabalho Escravo Doméstico Nunca Mais” conta com o apoio da ONU Mulheres e da Organização Internacional do Trabalho (OIT). O objetivo da iniciativa é conscientizar a população sobre as características do trabalho análogo à escravidão.  A campanha multimídia apresentará os sinais para que possíveis vítimas possam identificar essa situação ou para que pessoas próximas a elas possam reconhecer e prestar auxílio, apresentando denúncia ao Ministério Público do Trabalho.   A campanha é resultado de uma parceria das agências da ONU com  o Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro (MPT-RJ) e entidades da sociedade civil.  

Agências da ONU promovem estudo regional sobre perfil de costureiras

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), a ONU Mulheres e o Ministério Público do Trabalho (MPT) estão realizando um estudo sobre as condições de vida e trabalho de mulheres costureiras do estado de São Paulo.  A análise está sendo feita com base em um questionário online que pode ser respondido por estas profissionais até o dia 19 de junho e os resultados devem ser divulgados até agosto.  O diagnóstico irá cobrir assuntos como terceirização, informalização, trabalho doméstico e de cuidado, trabalho forçado e em condições análogas à escravidão, migração e tráfico de pessoas.  

100 milhões de pessoas no mundo estão deslocadas, aponta ACNUR

Em maio, o número de pessoas obrigadas a se deslocar no mundo atingiu a marca de 100 milhões, estimou a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR). Até o final de 2021 este número era de 89,3 milhões, estatística que já era 8% maior do que o registrada em 2020 e bem mais do que o dobro de pessoas na mesma situação em 2011. Além das crises humanitárias na África e em países como o Afeganistão, a invasão da Ucrânia pela Rússia está fazendo com que as pessoas fujam de perseguições, conflitos, violência, violações dos direitos humanos em uma velocidade nunca antes vista após a Segunda Guerra Mundial.   

Insegurança alimentar atinge 9,7 milhões de pessoas na América Latina e Caribe

A  diretora regional do Programa Mundial de Alimentos (WFP) na América Latina e Caribe, Lola Castro, disse em uma entrevista coletiva nesta terça-feira (14), que o número de pessoas em insegurança alimentar na região chegou a 9,7 milhões. O número é quase 17% maior do que o registrado no final do ano passado e deve chegar a 14 milhões, segundo apontou a diretora do WFP. A principal razão para este crescimento é a crise inflacionária agravada pela guerra da Ucrânia que está elevando o valor dos alimentos. Uma das consequências da insegurança alimentar é o aumento na migração. Somente no Darien Gap, uma das rotas migratórias mais perigosas do continente, o número de pessoas que percorreu esta trilha florestal saltou de 5 mil para 151 mil entre 2020 e 2021.  

OIT promove oficinas sobre diversidade na feira LGBT+ da Parada de São Paulo

O Escritório da Organização Internacional do Trabalho (OIT) no Brasil participará da 20ª Feira Cultural da Diversidade LGBT+ da Parada de São Paulo com um estande com atividades culturais, distribuição de materiais informativos e oficinas temáticas sobre diversidade e inclusão da população LGBTQIA+ no mundo do trabalho. A Feira Cultural da Diversidade LGBT+ acontece nesta quinta-feira (16), no Largo do Arouche, das 10 às 22h. A OIT realizará duas oficinas temáticas com o objetivo de enfrentar o estigma e a discriminação associados ao HIV/AIDS, e de apresentar oportunidades e desafios para a inclusão da população LGBTQIA+ no mundo do trabalho. O evento faz parte da programação da 26° Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo, que acontecerá no domingo (19) na avenida Paulista. 

Varíola dos macacos: Comitê decidirá se doença é emergência global

No próximo dia 23 de junho o Comitê de Emergência do Regulamento Sanitário Internacional se reunirá para debater se a varíola dos macacos será classificada como emergência de saúde pública de interesse internacional, a exemplo da COVID-19 e da poliomielite.  O anúncio foi feito pelo diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Gebreyesus, nesta terça-feira (14), ao atualizar o número de casos confirmados para 1,6 mil em 39 países, sendo 32 deles não endêmicos.  O risco de propagação da doença na Europa é considerado "alto" no momento, enquanto no resto do mundo "moderado". Apesar de causar sintomas leves na maioria dos casos, a propagação é considerada incomum e preocupante pelos especialistas.  

UNODC promove conferência internacional sobre gestão penitenciária

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) promoveu na última semana a conferência internacional “Fortalecimento da Gestão Penitenciária e Cooperação Interinstitucional: Caminho para a Resposta ao Crime Organizado nas Prisões”.  Realizado de forma presencial em Brasília (DF) entre 9 e 10 de junho, o evento contou com a participação de representantes de 14 unidades da federação e especialistas de dez países.  Ao longo dos dois dias, foram abordadas estratégias de gestão penitenciária e experiências interinstitucionais de resposta ao crime organizado. Práticas nacionais e internacionais nesses temas foram apresentadas e resultaram em diálogos entre as instituições participantes.  

Para Bachelet, Ucrânia e insegurança global são teste para humanidade

A alta comissária de direitos humanos da ONU, Michelle Bachelet, disse em uma reunião do Conselho de Direitos Humanos, na segunda-feira (13), que a guerra na Ucrânia continua causando caos e "destruindo a vida de muitos". Além disso, a chefe de direitos humanos alertou ainda que a falha em cumprir o que foi acordado no plano pós-COVID-19 ameaça deixar pessoas e economias ainda menos capazes de resistir a novos desafios. "A comunidade internacional concordou em mudar de rumo: construir, juntos, sociedades com economias mais verdes, que serão mais resilientes às crises. Estamos passando por um teste vital desse compromisso neste momento", disse. Michelle Bachelet anunciou que não irá se candidatar a um segundo mandato como alta comissária.  

Diagnóstico de deficiências é tema de capacitação do UNICEF e Roche

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) está promovendo a capacitação de profissionais de unidades de saúde e educação infantil para promover o diagnóstico precoce de crianças com doenças raras ou atraso no desenvolvimento. A iniciativa Unidade Amiga da Primeira Infância (Uapi), realizada em parceria com a Roche e prefeituras locais, já capacitou 1.854 profissionais em Belém, no Recife, no Rio de Janeiro, em Salvador, em São Luís e em Fortaleza. A capacitação é composta de três módulos que abordam a atenção integral e integrada da rede de serviços básicos para a primeira infância.  

FAO apoia Governo de Santa Catarina em campanha contra peste suína

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e a Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural de Santa Catarina traduziram para o português o vídeo  “Seja um Produtor Campeão”. O audiovisual é uma campanha contra a propagação da Peste Suína Africana, doença viral sem riscos à saúde humana, mas que pode dizimar criações de suínos por ser altamente transmissível. A doença está presente em mais de 50 países, mas a última ocorrência no Brasil foi registrada em 1981. A versão brasileira do vídeo “Seja um Produtor Campeão” é uma das ações executadas pelo Governo de Santa Catarina para evitar o ingresso da peste suína no estado, considerado um dos maiores produtores do país. Em 2021, Santa Catarina exportou 578,5 mil toneladas de carne suína para  67 países.  

Nova parceria coloca logo do ACNUR em uniformes do Barcelona FC

O Barcelona FC e a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) iniciaram uma nova parceria, com o lançamento de uma camisa de futebol e o compromisso de apoio a iniciativas para crianças refugiadas em quatro continentes. Pela primeira vez, as camisas masculinas e femininas do time são estampadas pela logo do ACNUR. O objetivo é levar a temática das pessoas refugiadas aos torcedores de futebol ao redor do mundo.  A Fundação Barcelona FC também contribuirá com 400 mil euros por temporada para quatro projetos do ACNUR, que oferecem ambientes de proteção para crianças e jovens em zonas de perigo.

Iniciativa do ACNUR apoia mobilização comunitária de refugiados

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) realiza, desde fevereiro de 2021, uma série de reuniões quinzenais que integram uma iniciativa de base comunitária.  O projeto é coordenado e integrado com outros interlocutores, como sociedade civil e autoridades, e busca reforçar a proteção da comunidade por meio do desenvolvimento de metodologias e processos de mobilização, organização e empoderamento. A iniciativa acontece em São Sebastião (DF) e em Interlagos (SP).

Jovens do Rio criam ações para lidar com a violência

O Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF), em parceria técnica com o Centro de Promoção da Saúde (Cedaps), realizam o projeto ‘Chama na Solução Rio’, que reúne jovens moradores de favelas e periferias do Rio de Janeiro na construção de propostas para prevenir e enfrentar as violências cotidianas. Nascida e criada na comunidade do Acari, Nathalia da Silva Araújo, 19 anos, é uma das participantes do projeto e desenvolveu o PodSolução – um podcast para refletir e ampliar o debate e o combate à violência doméstica na Pavuna.  Já o morador do Complexo do Chapadão, Carlos Eduardo Albernaz Florêncio, 19 anos, criou um movimento de rodas de conversa nas escolas da sua comunidade para dialogar sobre as diferentes violências e os seus impactos na vida e na saúde mental das pessoas.

Projeto do UNICEF apresenta cinco soluções para violência em SP

Jovens e adolescentes paulistas se uniram para apresentar cinco soluções práticas para prevenir e combater a violência em São Paulo, como resultado do projeto “Chama na Solução”. Iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria técnica com o Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (Cieds), o programa ofereceu capacitação e apoio para os participantes colocarem seus projetos em ação. Estima-se que as iniciativas, intituladas “Evasão Escolar de Meninas”, “Juventude Preta”, “Me Sinto Segura”, “O Estigma de Iara” e “Projeto Aliança”, já alcançaram mais de 600 mil pessoas.  

Respostas à COVID-19 de países do Golfo são foco de estudo do IPC-IG

O Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG) está trabalhando em um novo projeto relacionado às respostas de proteção social à crise de COVID-19 nos países do Golfo.  O objetivo é reunir as lições aprendidas durante a pandemia – tanto de sucessos quanto de falhas – para auxiliar políticas e programas na construção de sistemas de proteção social sensíveis a choques. A iniciativa está sendo realizada em parceria com o escritório da área do Golfo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e com o escritório regional do UNICEF para o Oriente Médio e Norte da África (MENA, na sigla em inglês).  

“Notáveis realizações” marcam Conferência Internacional do Trabalho

A 110ª Conferência Internacional do Trabalho (CIT) foi marcada por uma “notável colheita de realizações”, segundo o diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Guy Ryder. Mais de quatro mil delegados e delegadas, representando governos, organizações de trabalhadores e empregadores de 177 Estados-membros da OIT, participaram da conferência, realizada entre 27 de maio e 11 de junho em Genebra, na Suíça. O evento abordou temas como segurança e saúde no trabalho, proteção para aprendizes e políticas de emprego, entre outros.  

Indígenas aperfeiçoam normas para abolir discriminação contra mulheres

No dias 19 e 20 de maio no México, lideranças indígenas brasileiras participam da elaboração de normas do Comitê da Convenção para a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra a Mulher (CEDAW, na sigla em inglês).    Telma Taurepang, Shirley Krenak e Anna Patté estiveram entre as 58 mulheres indígenas de 21 países das Américas e 33 povos que se reuniram para aperfeiçoar e aprofundar a interpretação da extensão dos direitos reconhecidos na CEDAW às mulheres e meninas indígenas. Entre diversos avanços, a consulta no México reconheceu a relação intrínseca entre os direitos individuais das mulheres e meninas indígenas e os seus direitos coletivos, devido à relação especial que trazem com suas terras, territórios, bens naturais, a espiritualidade, sua ciência, tecnologia e conhecimentos tradicionais.    

Brasileira é nomeada pioneira dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

A diretora de sustentabilidade para América Latina na Natura&Co, Denise Hills, foi nomeada Pioneira Global dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e passou a fazer parte da Rede de Especialistas do Pacto Global, que inclui representantes da academia e agências da ONU.   Os nomeados são líderes empresariais de todo o mundo que estão fazendo um trabalho de destaque para promover os ODS por meio da implementação dos '10 Princípios do Pacto' sobre direitos humanos, meio ambiente, trabalho e anticorrupção. A diretora de sustentabilidade da Natura&Co explicou que alinhar o dia a dia dos negócios à Agenda 2030 vai além de projetos pontuais. Atingir zero emissões líquidas de carbono até o final da década e mobilizar esforços em rede para alcançar o desmatamento zero até 2025 estão entre as metas definidas pela empresa. 

Embrapa recebe prêmio internacional da FAO

Nesta segunda-feira (13), a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) realizou a cerimônia de premiação do “FAO Champion Award”, concedido à Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) pelo reconhecido e comprovado histórico em pesquisa e desenvolvimento, fornecendo inovação, treinamento e soluções em agrotecnologia. Os reconhecimentos foram entregues pelo diretor-geral da FAO, QU Dongyu, durante a 170ª reunião do Conselho da Organização. Além da Embrapa, instituições de pesquisa e agricultura da Holanda e Zimbábue também foram reconhecidas na categoria “Partnership Award”. 

ACNUR comemora Declaração de Los Angeles sobre migração nas Américas

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) está satisfeita com a adoção da Declaração de Los Angeles sobre Migração e Proteção, durante a IX Cúpula das Américas, nos Estados Unidos. O objetivo do documento é fortalecer os esforços nacionais, regionais e hemisféricos para criar as condições para uma migração segura, ordenada, humana e regular.  Os 20 países que assinaram a declaração também se comprometeram a fortalecer as estruturas de proteção e cooperação internacional no continente em relação aos migrantes e refugiados.  

Mundo deve acelerar esforços para acabar com a AIDS até 2030

A Assembleia Geral das Nações Unidas fez, nesta quinta-feira (9), a primeira revisão da estratégia implementada no último ano para acelerar as ações e acabar com a AIDS até 2030.  O chefe de gabinete, Courtenay Rattray, disse que, para acabar com a AIDS, vencer a COVID-19 e "impedir futuras pandemias", o mundo precisa garantir o acesso global a tecnologias de saúde que salvam vidas. Dados do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) mostram que as infecções por HIV e as mortes relacionadas à AIDS não estão diminuindo rápido o suficiente para acabar com a pandemia em oito anos, como os Estados-membros se comprometeram a fazer. A AIDS continua sendo responsável por mais de 13 mil mortes por semana.

Uso sustentável de água e energia é tema central de simpósio global

O primeiro Simpósio Global sobre Soluções Sustentáveis em Água e Energia irá reunir, de 13 a 15 de junho de 2022, especialistas e representantes de governos, organizações internacionais e setor privado para compartilhar e explorar as melhores práticas em relação ao uso sustentável de água e energia. O evento terá transmissão online pelo canal de Itaipu no YouTube.

Equador, Japão, Malta, Moçambique e Suíça são eleitos para o Conselho de Segurança

Nesta quinta-feira (9), os Estados-membros das Nações Unidas votaram para eleger os cinco novos países que irão ocupar, por dois anos, assentos não permanentes no Conselho de Segurança da ONU. Equador, Japão, Malta, Moçambique e Suíça se juntarão ao órgão da ONU responsável pela manutenção da paz e segurança globais, a partir de janeiro de 2023.  Eles substituirão Índia, Irlanda, Quênia, México e Noruega, que deixarão seus assentos no final deste ano.  

Jovens relatam experiência com projeto de enfrentamento à violência

Entre os meses de março a maio, 50 jovens de comunidades do Rio de Janeiro participaram do projeto de enfrentamento à violência “Chama na Solução Rio 2022”, realizado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) em parceria com o Centro de Promoção da Saúde (Cedaps). Moradora da favela da Palmeirinha, Lays dos Santos participou do programa através de uma proposta de uma websérie sobre violências. Adriano Cypriano participou do grupo “Jovens Revolucionários”, um time da Maré que se juntou para produzir uma pesquisa comunitária, com objetivo de investigar a percepção sobre os impactos e possíveis intervenções para enfrentar as violências vividas no dia a dia.

Cúpula das Américas: Guterres idealiza sociedades prósperas, democráticas e igualitárias

Durante a cúpula das Américas, que contou com 24 líderes ao longo de três dias de reunião, o secretário-geral da ONU, António Guterres, pontuou a importância de aproximar os países das Américas e ajudar a construir sociedades prósperas, democráticas e igualitárias. No entanto, ele aponta para os diversos desafios que as nações estão enfrentando atualmente, pois há "países que continuam sendo oprimidos por uma mistura tóxica de desigualdade, pobreza, crime, insegurança, corrupção e desconfiança". Além disso, os impactos da pandemia de COVID-19, das mudanças climáticas, dos efeitos da guerra da Rússia na Ucrânia e dos altos níveis de pobreza e desigualdade refletem a violência e a insegurança que as pessoas estão vivendo.

Diretora da OPAS defende mais investimentos em saúde após a COVID-19

Durante um evento na Cúpula das Américas, a diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Carissa F. Etienne, defendeu um aumento nos investimentos em saúde na região após a COVID-19. O evento, realizado em 7 de junho, marcou o lançamento da iniciativa Diálogo Econômico e de Saúde das Américas. A ação busca coordenar a estratégia dos ministérios da Saúde e Finanças da região para enfrentar os desafios expostos e exacerbados pela pandemia. Promovido pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos, o encontro contou também com a participação do secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, e de ministros das Relações Exteriores, Economia e Saúde das Américas.    

Diplomata húngaro é eleito presidente da 77ª Assembleia Geral da ONU

Diretor de Sustentabilidade Ambiental no Gabinete do Presidente da Hungria, o  diplomata Csaba Kőrösi vai liderar a próxima sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas. O veterano diplomata húngaro foi eleito por aclamação durante uma cerimônia oficial em Nova York na terça-feira (7), com participação de todos os 193 Estados-membros da ONU. Kőrösi, que vai liderar o órgão a partir de setembro, se comprometeu em fazer das “Soluções por meio da solidariedade, sustentabilidade e ciência” o lema da 77ª assembleia.  

Rodas de conversas e argila aproximam academia de venezuelanos em Roraima

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) em parceria com a Universidade de Aalto, da Finlândia, realizaram um trabalho de campo nos abrigos da Operação Acolhida, no mês de maio.  A intervenção buscou levantar as percepções da população refugiada e migrante da Venezuela sobre o que seria um espaço coletivo ideal para atender as diferentes demandas e visões de mundo em um contexto tão diversificado como os abrigos da Operação Acolhida. As atividades utilizaram uma técnica chamada clay-storming (chuva de ideias com argila, numa tradução livre) e rodas de conversa para facilitar a troca de experiências. Além disso, foi feita uma pesquisa qualitativa e workshops com grupos de mulheres, jovens e crianças.

OPAS promove capacitação para diagnóstico de varíola dos macacos

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) promoveu um treinamento sobre diagnóstico e detecção laboratorial da varíola dos macacos com a participação de especialistas de sete países da América Latina.  A ação visou fortalecer as capacidades dos laboratórios da Bolívia, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela para detectar casos dessa doença, ante um surto recente notificado em vários países do mundo.  Realizada nesta quinta e sexta-feira (10), no Rio de Janeiro, a capacitação foi resultado de uma parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Ministério da Saúde.  

UNCTAD aponta que investimento internacional voltou ao nível pré-pandemia

A Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) publicou uma nova versão do relatório “Reformas tributárias internacionais e investimento sustentável", apontando que em 2021 os níveis de investimento estrangeiro direto voltaram aos mesmos patamares do que os registrados antes da pandemia de COVID-19. A cifra de 2021 foi de aproximadamente 1,58 trilhão de dólares, número 64% maior do que o destinado para este mesmo fim em 2020. Apesar da recuperação, o valor total de investimentos estrangeiros não deve ser superado em 2022, segundo avaliou a UNCTAD. O relatório explica que o clima de negócios e investimentos mudou drasticamente este ano, por conta da guerra na Ucrânia.  

FAO realiza seminário sobre uso de biofertilizantes

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) organizou um seminário nesta quinta-feira (9) para divulgar técnicas e métodos que podem ajudar os países a lidar com a escassez de fertilizantes resultante da guerra na Ucrânia. Especialistas e autoridades do Brasil, Chile, Peru e países do Caribe compartilharam suas experiências sobre o uso de biofertilizantes (fertilizantes orgânicos), adubos e técnicas como rotação de culturas e uso de leguminosas, que permitem substituir ou complementar os fertilizantes químicos. Os preços dos fertilizantes continuam altos e há sérios problemas de disponibilidade de estoques em nível global, o que afeta praticamente todos os países da América Latina e do Caribe, especialmente aqueles que eram altamente dependentes das importações da Ucrânia, Belarus e Federação Russa. 

Sudene, ONU-Habitat e PNUD lançam capacitações para cidades do nordeste

Capacitações gratuitas são parte do projeto “G52: Cidades-Polo ampliando os marcos do desenvolvimento regional”, iniciativa da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste em parceria com ONU-Habitat e PNUD. A programação é dividida em quatro módulos: Agendas Globais de Desenvolvimento, Cooperação e Trabalho em Rede; Gerenciamento de Projetos, Financiamento Público e Economia Urbana; Planejamento Urbano e Regional; e Inovação, Governos Digitais e Cidades Inteligentes. Com as capacitações, o programa estimula a articulação em rede, a gestão compartilhada e o fortalecimento das capacidades técnicas e de gestão.

ONU Mulheres intensifica atividades com refugiadas e migrantes em Roraima

Entre os dias 3 e 8 de junho, a ONU Mulheres realizou uma missão especial em Boa Vista (RR) para capacitar mulheres refugiadas e migrantes e também para ampliar a relação com a população atendida e com organizações parceiras. As atividades incluíram rodas de conversa, treinamentos para lideranças, workshops sobre empreendedorismo e formação de grupos com organizações que trabalham com empresas na identificação de vagas de emprego para pessoas refugiadas e migrantes.  Estas ações fazem parte do programa Moverse, implementado conjuntamente pela ONU Mulheres, pela agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e pelo Fundo de População da ONU (UNFPA) com financiamento do Governo de Luxemburgo.  

OMS alerta para o avanço da varíola dos macacos em países não endêmicos

O chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse na quarta-feira (8) que as infecções por varíola dos macacos em países não endêmicos ultrapassaram a marca de mil e o risco do vírus se estabelecer é "real". A fim de apoiar os países, a OMS emitiu orientações sobre vigilância e rastreamento de contato, além de testes e diagnósticos laboratoriais. Na semana passada, aconteceu uma reunião com mais de 500 pesquisadores para revisar o que se sabe sobre a doença e também para identificar prioridades de pesquisa. Em relação à COVID-19, o diretor-geral da OMS advertiu que, embora os casos em declínio sejam motivadores, visto que muitas vidas estão sendo salvas com o aumento da taxa de vacinação, a agência da ONU continua pedindo cautela, pois "não há testes e vacinação suficientes no mundo e essas taxas são muito mais baixas em países de baixa renda". 

FAO faz apelo por proteção de reservatórios subterrâneos de água

A crescente escassez das águas subterrâneas é um problema global. Além disso, o uso indiscriminado de fertilizantes e pesticidas é a maior causa humana de poluição dos reservatórios subterrâneos. A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) recomenda que os países gerenciem de forma mais sustentável o armazenamento de água, dando maior importância aos reservatórios naturais em conjunto com o armazenamento de água superficial em planícies de inundação, pântanos e rios naturalmente sinuosos.   A FAO está auxiliando governos e outras partes interessadas para ajudar a fornecer ferramentas como irrigação de precisão, coleta e armazenamento de água e tecnologias de satélite, que oferecem oportunidades econômicas para estimar o consumo de água subterrânea e ajudar a preservar este recurso fundamental para a vida.

ACNUR e parceiros realizam ações para marcar o Dia Mundial do Refugiado

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) inicia neste sábado (11) uma série de atividades para marcar o Dia Mundial do Refugiado (observado no dia 20 de junho) que reunirão pessoas refugiadas, organizações e instituições parceiras. Todas as ações visam reforçar o tema do Dia Mundial do Refugiado: “Seja quem for, seja quando for, seja onde for: todas as pessoas têm direito a buscar proteção”. Este tema reflete a necessidade da garantia de direitos por parte de quem foi forçado a abandonar seus lares por causa de conflitos e violência, buscando meios dignos para reconstruir suas vidas. Conheça a programação completa no site do ACNUR (www.acnur.org/portugues/diadorefugiado).

Pesquisadora do IPC-IG palestra em fórum para redução da pobreza

No dia 27 de maio, a pesquisadora do Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG), Maya Hammad, fez uma apresentação online no Fórum Internacional do Uzbequistão para a Redução da Pobreza. A especialista avaliou programas de proteção social, forneceu uma visão geral do financiamento para a resposta à COVID-19 e abordou o tema do papel das tecnologias digitais na pandemia.  O fórum teve como objetivo criar uma plataforma de diálogo para discutir os desafios e as perspectivas para a redução da pobreza, bem como fomentar a cooperação e troca de experiências entre os participantes.  

A pedido do ACNUR, artista brasileira colore imagens de deslocados

Nos últimos 70 anos atuando como a Agência da ONU para Refugiados, o ACNUR reuniu mais de 100 mil fotografias que retratam a tragédia vivida por pessoas que foram forçadas a deixarem as suas casas. Para reviver estas histórias, a artista brasileira Marina Amaral, especialista em adicionar cor a fotografias em preto e branco, foi convidada pela agência para trabalhar com este acervo.  O ACNUR explica que seleção de fotos alternadamente alegres, comoventes e edificantes lembram o que é possível quando as nações garantem o acesso à proteção, atuam em solidariedade e trabalham em busca de soluções.  

UNICEF e Prefeitura de Santarém trabalham juntos na resposta migratória

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Prefeitura de Santarém realizam encontro nesta quinta-feira (9) para repensar as estratégias da resposta emergencial a migrantes e refugiados indígenas waraos para desenvolvimento de políticas públicas locais. Esse diálogo começa nesta semana no município de Santarém, mas também ocorrerá em Ananindeua e Marabá (PA), com as comissões municipais do Selo UNICEF por meio de encontros de planejamento e capacitação. O objetivo é fazer com que as comissões municipais do Selo UNICEF de Ananindeua, Marabá e Santarém sejam fortalecidas com informações sobre a vulnerabilidade das crianças e dos adolescentes refugiados e migrantes e que considerem essa população em seus planos de ação. 

UNESCO e ENFAM oferecem treinamento sobre liberdade de expressão

A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) e a Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (ENFAM) ofereceram em conjunto o “Curso de capacitação de formadores sobre liberdade de expressão, acesso à informação e segurança de jornalistas”. A formação, direcionada para juízes e magistrados dos países africanos de língua portuguesa e de Portugal, foi realizada entre os dias 23 e 27 de maio.  Desde 2013, a Iniciativa de Juízes da UNESCO treinou mais de 23 mil atores judiciais, incluindo juízes, promotores e advogados em mais de 150 países em todo o mundo,  por meio de uma série de cursos online, workshops e da publicação de vários kits de ferramentas e diretrizes práticas.  

OIM realiza sessões informativas com venezuelanos sobre mercado de trabalho

Para sanar dúvidas frequentes de refugiados e migrantes venezuelanos sobre o mercado de trabalho, a Agência da ONU para as Migrações (OIM) promoveu sessões informativas sobre trabalho análogo à escravidão, tráfico de pessoas e direitos trabalhistas. Cerca de 500 pessoas participaram das rodas de conversa e receberam materiais de prevenção. A ação foi realizada a convite da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) para incentivar a proteção da população abrigada na região fronteiriça. 

Cúpula do Mundo do Trabalho discutirá enfrentamento das crises globais

A Cúpula do Mundo do Trabalho da Conferência Internacional do Trabalho discutirá como enfrentar as consequências trabalhistas e sociais das crises alimentar, energética e financeira com abordagens centradas nas pessoas, na sexta-feira, 10 de junho. O painel de discussão também se concentrará nas ações urgentes necessárias para enfrentar desafios de longa data, como as mudanças climáticas, as realidades demográficas e o progresso tecnológico desigual, agravados pela pandemia da COVID-19.  O painel de discussão acontecerá das 10:00 CEST (05:00 horário de Brasília) às 12:30/13:00 CEST (07:30/08:00 horário de Brasília) e pode ser assistido ao vivo.

OPAS e Estados Unidos capacitarão 500 mil profissionais de saúde

Através da nova iniciativa  Americas Health Corps – Fuerza de Salud de las Americas, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), em parceria com o Governo dos Estados Unidos, deverá treinar 500 mil trabalhadores de saúde pública no continente nos próximos cinco anos. O esforço é parte do Plano de Ação sobre Saúde e Resiliência nas Américas, cujo intuito é o de ajudar a região a prevenir, preparar e responder a futuras ameaças pandêmicas e outras emergências de saúde pública. Atualmente, estima-se que o déficit regional seja de 600 mil trabalhadores de saúde, principalmente em áreas rurais e carentes.  

UNAIDS apoia Festival Internacional de Cinema LGBTQIA+

Entre os dias 9 e 15 de junho acontece a 7ª Edição do Festival Internacional de Cinema LGBTQIA+, em formato online e gratuito. Nesta edição, o público terá a oportunidade de assistir 27 filmes de 19 países, selecionados para dar visibilidade e promover a pauta LGBTQIA+. Entre as produções programadas está o curta “Uma Carta Insone”, produzido em colaboração com o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS), que apoia institucionalmente o Festival.  A programação do Festival estará disponível gratuitamente na plataforma Sesc Digital (sescsp.org.br/cinemalgbtqia) em diversos idiomas, com legendas em português. 

1,6 bilhão de pessoas estão sendo afetadas pela guerra na Ucrânia

O Grupo de Resposta à Crise Mundial de Alimentos, Energia e Finanças (GCRG, na sigla em inglês) publicou nesta quarta-feira (8) uma nova análise dos efeitos da guerra na Ucrânia, estimando que 1,6 bilhão de pessoas estão sofrendo com ao menos uma das dimensões da crise.  O grupo também estimou que o número de pessoas em insegurança alimentar no mundo pode subir de 276 milhões para 323 milhões em decorrência do aumento generalizado dos custos de vida.  Em uma coletiva de imprensa, o secretário-geral da ONU, António Guterres,  disse que a guerra está desencadeando “uma onda sem precedentes de fome e miséria, deixando o caos social e econômico em seu rastro”.  

“Revitalização: Ação Coletiva pelo Oceano” é tema do Dia Mundial dos Oceanos

Nesta quarta-feira (8), as Nações Unidas sediaram o evento anual do Dia Mundial dos Oceanos com o tema de 2022: “Revitalização: Ação Coletiva pelo Oceano”, organizado pela Divisão de Assuntos Oceânicos e Direito do Mar do Escritório de Assuntos Jurídicos, com a colaboração da ONG Oceanic Global e viabilizado pela La Mer. O tema do Dia Mundial de 2022 incentiva a colaboração para um novo equilíbrio com o oceano, sem esgotar o que ele tem a oferecer, restaurando e trazendo uma nova vida. O evento contou com palestras, painéis, apresentações e performances, e com a participação do secretário-geral da ONU, António Guterres; do presidente da Assembleia Geral da ONU, Abdulla Shahid; da modelo Amber Valletta; da oceanógrafa Sylvia Earle; do economista Ralph Chami; da velejadora campeã mundial Lisa Blair, entre outros.
❌